Série completa A Queda dos Reinos

Série A Queda dos Reinos – Resenha

Gente, hoje não vim falar de um livro, vim falar de seis! Uma resenha – sem spoilers, acalmem o coração – sobre a série A Queda dos Reinos. Como a série foi responsável por várias coisas novas para mim e é relativamente grande, resolvi ajudar quem está inseguro de se aventurar nessa fantasia!

SINOPSE

A magia elementar foi perdida há um milênio, dando origem à lenta morte do mundo, começando por uma ilha chamada Mítica. Com três reinos muitos diferentes em clima e geografia, Mítica vai presenciar o desejo de guerra, vingança e política; a ganância mais profunda do homem, a cobiça por dominação e poder que, nesse cenário, está na posse da Tétrade, a magia elementar perdida. Entre alianças e intrigas, lendas e profecias, dois herdeiros, um rebelde e uma feiticeira terão seus caminhos cruzados. Serão eles a salvação ou a ruína de Mítica?

A queda dos reinos- ouvindoOuvindo: Release, Imagine Dragons

A série A Queda dos Reinos trouxe duas novidades à minha experiência de leitura. A primeira foi contribuir para que neste mês de Setembro eu lesse +7 livros. Têm pessoas que leem muito mais que isso por mês, eu sei, mas para mim – com uma média de três – isso é fantástico!

A segunda surpresa foi o fato de eu maratonar a série! Concluí poucas séries na vida, não sou muito de sequências, e maratonei menos séries ainda, contudo, li os SEIS livros d’A Queda dos Reinos seguidos!

Estou muito feliz 🙂

Dessa vez vou mostrar os livros na forma de pontos positivos e negativos na minha humilde opinião.

Pontos Positivos

+ Lendas e profecias.

+ Reviravoltas.

+ Rapidez – a cada capítulo uma novidade.

+ Mortes inesperadas.

+ Personagens fortes e marcantes.

+ Romance interessante.

+ Mundos novos.

+ Personagens secundários com peso.

+ A História evolui e muda de panorama a cada livro, mas mantêm o foco e segue de onde o último livro parou.

+ Muitas alianças sendo feitas e quebradas.

+ Imprevisível – Você pode até ter um palpite de como vai acabar, mas não há como saber como as coisas vão chegar nesse fim.

+ Personagens que evoluem. Amadurecem muito no decorrer da série.

+ Um universo que não esquecemos.

+ Você para de ler, mas a história te persegue na sua cabeça.

 Pontos Negativos

Motivação (com ressalvas*). Há momentos em que a sede de poder é o que move a maioria dos personagens. Caramba, dominar o mundo nem é tão atraente assim, deve dar muito trabalho. Entretanto… Foi chegando um ponto em que pensei: “Será que não é verdade? Como as pessoas reais reagem à oportunidade de serem poderosas?”. Talvez então essa motivação seja mais realista do que pensei. Tirem suas conclusões.

Se perde em um momento. A série vai melhorando enquanto gira. A cada livro lido você pensa “esse é melhor da série!”, aí você lê o próximo e pensa a mesma coisa. Porém, no 5º livro, Tempestade de Cristal, chega um momento que os personagens, sempre atuando paralelamente por toda a Mítica e além, se reúnem em uma taberna e eu penso novamente que esse é o melhor livro da série, mas poucas páginas depois me vi totalmente contrariada e tentando entender o que estava acontecendo, “que bagunça é essa?”. Esse volume dá uma escorregada, mas depois volta para os trilhos.

Desfecho (com ressalvas*). Talvez eu esperasse um pouco mais do fim, alguma coisa que nem eu sei o que é. Acredito que seja a expectativa de uma qualidade crescente. Contudo, no último livro as lacunas se fecharam, as pontas foram atadas e, ainda assim, Reinado Imortal deixou uma expectativa de um bom futuro para o universo de Morgan Rhodes, além de aventuras e, quem sabe, novas profecias e mistérios para a Mítica que se despede de nós.

Política. A série é mais política nos primeiros dois volumes, depois foca-se mais na magia, a política continua, mas eu não reclamaria se houvesse um pouquinho mais.

fiquei com medo de ficar de ressaca literária depois de A Queda dos Reinos. Sério.

 

Procrastinei essa leitura mesmo querendo muito lê-la, mas sabem como é, né?, sempre temos muitos livros que queremos muito ler! O primeiro volume foi lançado em 2013 e teve o último livro publicado agora em 2018. Eu conheci a série em 2016, e só não sinto que perdi tempo porque tive o prazer de a maratonar agora que A Queda dos Reinos está Completa.

Não irei me aprofundar nos personagens por que já estou falando muito e quero que vocês descubram durante a leitura. Mas registro aqui que minha personagem favorita é a Cleo, Princesa Cleiona Aurora Bellos <3

A série é composta pelos livros: A Queda dos Reinos, Primavera Rebelde, A Ascensão das Trevas, Maré Congelada, Tempestade de Cristal e Reinado Imortal, que possuem de 400 à 472 páginas.

A Queda dos Reinos Vale a pena?

SIM! Vale muito à pena, são seis livros, mas que vão só melhorando e passam rápido. Ouvi apenas uma pessoa até agora dizer que não gostou da série, mas para mim, Diana Duarte, sim. Funcionou melhor do que eu esperava. Baseada nessa experiência eu recomendo que experimentem. Ficaria muito feliz que mais pessoas conhecessem a literatura fantástica, os “high fantasy”, essa série, por reunir os principais elementos de fantasia do gênero e ser objetiva, é, portanto, uma ótima indicação para quem quer começar, e para quem já gosta devorar.

Desculpem o tamanho do post, mas eram 6 livros, poxa! Kkk

Vou deixar meus 5 selos + favorito e tô indo nessa.

Nome da série: A Queda dos Reinos
Autora: Morgan Rhodes
Livros: Seis
Páginas: 400 – 472

Depois do Rush selos

Me contem o que acharam. Beijão!

Dica: A Inconstância.

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.